Gestão de riscos na negociação forex

A maioria dos operadores (traders) minimiza a importância da gestão de riscos, pois acredita que para alcançar o sucesso, é crucial encontrar o melhor método de entrada em operações; eles passam 95% de seu tempo em como entrar em operações, e apenas 5% em como sair de operações. De acordo com a minha própria experiência, os operadores de maior sucesso se preocupam muito mais em como sair de operações (sem perder muito, e conservando o seu capital) do que em como ganhar dinheiro. Os operadores bem-sucedidos estão muito mais preocupados em não perder dinheiro do que em ganhar dinheiro. Isso significa que a gestão de riscos é mais importante do que o método de entrada em operações.

Consequentemente, como você pode imaginar, a diferença entre um operador ganhador e um operador perdedor é raramente definida pela sorte, mas sim pelo conhecimento. O operador ganhador aborda cada operação com a precisão de um atirador profissional, tentando prever todos e quaisquer possíveis contratempos, e tentando tomar todas as medidas para evitá-los. Na negociação forex, isso se resume a três elementos básicos:

  • Conheça o seu par de moedas;
  • Conheça os seus limites;
  • Defina uma proporção entre ganhos e perdas;

Conheça o seu par de moedas

Um dos aspectos mais negligenciados da gestão de riscos é o conhecimento. O conhecimento faz com que a sua atividade comercial seja menos arriscada, porque quanto mais conhecimento você tiver, mais eficaz você será; a sua atividade comercial será menos baseada na sorte e muito mais baseada na experiência. Assim como o artista de circo anda na corda bamba de uma forma aparentemente fácil para o espetador, saber como, quando, quanto e em que investir é o resultado de trabalho duro. Antes de investir num ativo, faça uma pesquisa sobre o mesmo. O computador através do qual você executa operações pode ser utilizado para procurar e obter informações. Procure por artigos de notícias que possam exercer um impacto sobre as suas operações, tente determinar o sentimento de mercado, abra alguns gráficos históricos e verifique a forma como o par de moedas reagiu no passado a diversos eventos.

Antes de entrar numa operação, consulte os gráficos atuais e veja como o par de moedas está reagindo às notícias do dia, tente determinar se o seu par de moedas irá subir ou cair, e a que preço você deve abrir uma posição. Consulte a atual flutuação do mercado e defina as suas ordens de stop loss e de take profit em conformidade.

Conheça os seus limites

 A alavancagem é uma ferramenta muito útil, pois sem ela, você provavelmente não estaria aqui. Em primeiro lugar, você nunca seria capaz de mobilizar o dinheiro necessário para lucrar com a negociação forex. Por outro lado, nunca investir mais do que você pode dar ao luxo de perder. A maioria dos operadores profissionais não arrisca mais do que dois a três por cento do seu capital. Para esse efeito, você tem que calcular o seu volume de transação, tendo em conta a perda de alavancagem que você pode adotar a qualquer momento.

Defina uma proporção entre ganhos e perdas

Em relação à proporção entre o risco e a recompensa, você deve se esforçar constantemente para que as suas recompensas sejam superiores aos seus riscos. A ideia por trás das operações eficazes é que você arrisca sempre menos do que você pode potencialmente ganhar. Mas não há nenhuma proporção exata que você deva seguir, porque esta muda consoante a dimensão da operação que você está fazendo e do tipo de instrumento que você está utilizando. Por conseguinte, você só precisa consultar as faixas de preços e a volatilidade existente no mercado (a qual é a quantia à qual o preço pode se mover ao longo do período de tempo que você quer negociar) para poder criar a sua própria proporção para todas as operações. No entanto, precisamos idealmente minimizar os riscos, tanto quanto possível, e tentar maximizar os lucros, ação que são feitas através de uma adequada proporção entre riscos e recompensas.

win-loss-ratio-education

Fonte: DailyFX

Note que nenhuma estratégia ganha o tempo todo, e quando você estiver negociando, você terá operações perdedoras e ganhadoras. O truque é ter mais operações ganhadoras do que operações perdedoras. Uma das maiores corretoras de forex de varejo – depois de ter estudado milhões de operações feitas pelos seus clientes – constatou que, embora os seus operadores de varejo costumam estar mais frequentemente certos do que errados, ainda assim eles perdem dinheiro. Eles concluíram que a única razão pela qual os operadores perdem dinheiro a longo prazo é que “eles perdem mais dinheiro nas suas operações perdedoras do que nas suas operações ganhadoras”.

Risco de perda

O risco de perda se refere à probabilidade de você perder todo o seu capital. Suponha que você joga uma moeda ao ar e pode ganhar com caras ou perder com coroas. A probabilidade de perder é de 50%. Se o seu capital for de 10.000$ e você arriscar tudo numa operação, o risco de perda será de 50%. Digamos que você arrisca 5% em cada operação e considera o conceito de risco de perda e a proporção entre o risco e a recompensa para o exemplo (consulte a figura 1 abaixo exibida). Você irá concluir que, quanto maior a proporção entre o risco e a recompensa, menor o percentual de ganho que precisa para sobreviver ao negociar forex.

risk-of-ruin

Figura 1: Exemplo de tabela de risco de perda – Arriscando 5% do capital por operação

Conclusão

A negociação forex não é um negócio para ganhar dinheiro – um negócio de previsão de mercados ou um elemento do setor financeiro. Acho que a coisa mais importante a compreender sobre a negociação forex é que os operadores do mercado de câmbio estão todos num negócio de gestão de riscos; temos que pensar em nós próprios como uma empresa que gere riscos, portanto o nosso princípio orientador deve ser a nossa proporção entre riscos e recompensas. Quanto maior for a nossa proporção entre riscos e recompensas, maiores serão as nossas probabilidades de sobreviver nesse negócio com o crescimento contínuo do nosso capital.