Glossário do FOREX

Investimentos em FOREX certamente podem lhe trazer ótimos ganhos. No entanto, um requisito básico para que você possa operar com confiança nesse mercado é conhecer os principais termos técnicos utilizados no ambiente do FOREX. Aqui nós listamos os termos mais empregados.

FOREX: Abreviação de Foreign Exchange, o maior mercado de moedas do mundo. Por não ser um mercado listado em bolsa, também é chamado de mercado de balcão.

PIP: Um termo muito utilizado no FOREX, é a sigla em Inglês para “Price Interest Point”. É utilizado para expressar a menor variação possível no valor de uma moeda em relação a outra. Em FOREX, na maioria das vezes esta variação é medida até a quarta casa decimal. Ou seja, se uma moeda variou 0,001 em relação a outra, esta variação foi de 1 PIP.

Ask (Preço de Venda): É o preço pelo qual os investidores estão dispostos a vender uma determinada moeda. Ou seja, se você deseja comprar uma moeda, pode usar como referência o preço Ask. Nos painés de cotações, o preço Ask é apresentado à direita.

Bid (Preço de Compra): É o preço pelo qual um comprador está disposto a comprar uma determinada moeda. Já para o vendedor, o preço Bid é o preço pelo qual ele pretende vender sua moeda-base. Nos paineis de cotações, o Preço Bid é apresentado à esquerda.

Alavancagem (Leverage): É um tipo de operação que permite aos investidores arcarem com somente uma fração do valor total investido. No FOREX existem várias opções de alavancagem, como 1:50, 1:100 ou mesmo 1:400. Em uma alavancagem de 1:400, por exemplo, para cada 400 centavos investidos, você necessita possuir apenas 1 centavo. Por ser um instrumento que maximiza o potencial de ganhos e, consequentemente, o de perdas, é recomendado apenas para os investidores mais experientes.

Margin (Margem): É a contrapartida necessária em operações que utilizam alavancagem. Uma alavancagem de 50:1, por exemplo, indica que você deve possuir no mínimo 1 centavo de margem em sua conta para cada 50 centavos utilizados em uma operação.

Adjustment (Ajuste): Nome dado aos mecanismos usados por um banco central com o fim de influenciar o câmbio de seu país. Ajustes são medidas adotadas quando o câmbio de uma moeda não é atrelado à uma outra moeda, ou seja, quando o preço de uma moeda é flutuante e determinado pelo mercado.

Appreciation (Apreciação): Termo usado para se referir ao fortalecimento de uma moeda em razão do aumento da demanda no mercado.

Bear Market (Mercado de Ursos): Expressão usada para descrever um mercado em que os preços caem de maneira brusca em razão de um pessimismo generalizado.

Bull Market (Mercado de Touros): Termo usado quando os preços estão em alta, e quando há uma tendência à subida generalizada e prolongada das cotações. Costuma refletir um sentimento de otimismo para com o mercado.

Closed Position (Posição Fechada): Uma posição que não sofre mais as flutuações das taxas de câmbio.

Currency Pair (Par de Moedas): É o par de moedas envolvidas em uma determinada transação.

Base Currency (Moeda-Base): É a primeira moeda em um par de moedas. A cotação apresentada é sempre a moeda base referente ao valor da segunda moeda. Por exemplo, na cotação EUR/USD 1,1234, a moeda base é o Euro, e cada EUR custa 1,1234 USD.

Quote Currency (Moeda de Cotação): É a segunda moeda de um par. O preço de um par é sempre determinado pela moeda de cotação em relação a uma unidade da moeda-base. Na cotação do par EURUSD 1.3200, por exemplo, entede-se que 1 Euro equivale a 1.32 Dólares Americanos.

Major Pairs (Pares Maiores): São os pares de moedas mais negociados no FOREX, e portanto, os de maior liquidez. Geralmente possuem um spread baixo. Exemplo: USD/EUR (Dólar Americano – Euro).

Minor Pairs (Pares Menores): Consistem nos pares formados entre as principais moedas, com exceção do Dólar Americano. Exemplo: GBP/JPY (Libra Esterlina – Iene Japonês). Exotic Pairs (Pares Exóticos): Aqui figuram os pares onde as moedas de cotação possuem menor liquidez e volume negociado no FOREX. Exemplo: EUR/TRY (Euro – Lira Turca).

Long Position (Posição Longa): É a operação na qual um investidor compra uma moeda por um determinado preço com a intenção de vendê-la no futuro a um preço mais alto, lucrando assim com a sua valorização.

Short Position (Posição Curta): É a operação na qual o investidor vende uma moeda que não possui, acreditando que esta cairá de valor em relação a outra moeda do par. A moeda é emprestada pela própria corretora. Caso a moeda se desvalorize, o investidor tem então a chance de comprá-la a um preço menor.

Spread: Termo usado para descrever a diferença entre o preço de compra de uma moeda para o seu preço de venda.

Stop Loss: É um tipo de ordem que determina que uma moeda seja vendida caso atinja um determinado preço, usada para evitar perdas excessivas no caso de mudanças na tendência.

Trend (Tendência): Em FOREX, uma trend ou tendência é a direção a qual o preço de uma moeda está se dirigindo, o que pode ser observado por meio dos gráficos de sua cotação em um determinado intervalo de tempo.

Esta lista não tem a pretensão de ser exaustiva. Estes são somente alguns dos vários termos adotados no FOREX. Conforme você for avançando em seus estudos, você irá se deparar com vários termos novos. Estar sempre atualizado sobre as tendências e novidades no FOREX é uma das características comuns a todos investidores bem-sucedidos.

Uma boa dica para você manter-se informado sobre o que acontece no FOREX é a leitura constante de fóruns e blogs dedicados a este assunto. Foi pensando nisso que a Trade Forex Brasil criou uma página dedicada onde você pode acompanhar as notícias mais importantes do mercado. Você pode acessar o nosso portal de notícias FOREX aqui.